RETÍCULAS DE IMPRESSÃO

reticulas de impressão

 

A impressão é um processo que temos contato diariamente, porém, são raras as vezes que pensamos como ele ocorre até que chegue nos moldes finais em nossas mãos. Um dos pontos mais importantes em um impresso são as retículas, elas são responsáveis pela formação da imagem e reconhecimento das cores por nosso olho.

O que são as retículas de impressão

As retículas, dentro de uma impressão, nada mais são do que os pontos das tintas sobre a superfície do papel. Elas são responsáveis pela formação de aspectos como cor, contraste, intensidade de cor, contornos e sombras.

Tomemos o processo de impressão offset como exemplo, é um tipo de impresso que se utiliza do sistema CMYK de entintamento, ou seja, a imagem impressa, assim como as próprias cores, é formada através destas quatro tonalidades, sendo as retículas as responsáveis para que isso ocorra.

Como ocorre a formação de retículas

Numa gráfica, as impressoras não registram as cores todas de uma vez, mas sim uma separadamente da outra, geralmente da mais clara, para as mais escuras. Isso faz com que os gigantescos equipamentos presentes nas nos campos graficos, geralmente, tenham mais de um castelo (assim é chamado a área do equipamento que é destinada à rolagem de cada tinta).

Porém, também é muito comum gráficas que tenham equipamentos monocolores, nos quais a impressão passa mais de uma vez pela impressora. Primeiramente se passa uma tinta, lava-se a maquina e então submete-se o papel mais uma vez ao processo, desta vez com outra cor.

Para cada uma das quatro tintas é produzida uma matriz de impressão, também muito conhecida como chapa. Ela é uma lamina de metal onde são gravadas as áreas de impressão, ou seja, os pontos que, através de um processo químico, aderem à tinta que será repassada para a blanqueta que, por sua vez, a transfere ao papel. Isto acontece de forma muito rápida através da passagem do material a ser impresso pela rolagem do equipamento.

Cada uma das chapas é formada por pontos minúsculos (quase que imperceptíveis a olho nu) em maior ou menor intensidade de tinta, eles são posicionados em lugares diferentes no papel. Quando o papel passa por todas as etapas de impressão a junção dos micro-pontos formam as cores e, subsequentemente, a imagem que tinha na matriz original. Sendo a união destes micro-pontos as retículas. Esse processo pode ser melhor exemplificado na imagem abaixo:

contafios

Os resultados que as retículas trazem

Para que as reticulas tragam um bom resultado de impressão, elas dependem de uma série de outros fatores que agem no processo como um todo. Isso pode envolver elementos técnicos, ou mesmo aspectos que dependem da atenção e experiência do impressor.

Com isso, ao se atentar a todos estes fatores consegue-se retículas bem posicionadas e estruturadas, o que acarreta em uma impressão de qualidade com contraste e contorno de imagem bem definidos, cores na tonalidade esperada. Ou seja, a impressão como um todo é beneficiada e atinge a reprodução esperada.

No caso contrário, quando as reticulas não ficam no lugar adequado, pode acarretar numa série de defeitos na impressão, tais como: fantasmas na imagem, desfoque, falta de contorno, muita saturação em algumas partes e falta dela em outras.

Para que seu impresso saia da maneira que se pretende, as reticulas são elementos extremamente importante, porém para que elas ajudem para que o resultado final seja favorável, é necessário que se tenha uma gráfica de qualidade e compromissada com o melhor resultado para seu cliente.

Gráfica de qualidade em Curitiba

A Pinhal Graph foi fundada em 2001, sendo uma ramificação da Carimbos Pinhal atuante no ramo de carimbos desde 1970, vem se consagrando no mercado de impressos. Atua na produção de cartões de visita, panfletos, folders, pastas, impressos comerciais e promocionais, dentre outros.  Entre com contato  (41) 3019-9179 / (41) 3019-927